Curso da Justiça Eleitoral do PR estimula participação igualitária na política

Por Redação em 23/09/2021 às 16:19:20

A Comissão Mulheres na Política e a Escola Judiciária do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) promovem o curso de formação on-line "Mulheres na Política: Construindo Candidaturas 2022". Entre os dias 5 e 28 de outubro, serão oferecidas aulas para todas as pessoas que tiverem interesse, com certificação de 24 horas-aula, para quem obtiver ao menos 75% de frequência. O curso, com vagas limitadas, é gratuito. As inscrições vão até 30 de setembro.

As aulas serão às terças e quintas-feiras, das 19h às 22h15, e no dia 23/10 (sábado), das 8h30 às 10h30, em substituição ao dia 12/10 (terça-feira), feriado nacional. O objetivo é sensibilizar sobre a importância da participação igualitária na política, instrumentalizando para a construção de candidaturas que permitam maior igualdade, justiça e democracia.

Diversidade

Segundo a juíza titular e diretora-executiva da Escola do TRE-PR, Flávia da Costa Viana, essa edição do curso trará reflexões sobre a importância da diversidade no debate político. "Será lançado um olhar não apenas a respeito da necessidade de maior participação das mulheres na vida pública, mas também de outros grupos minorizados."

A juíza destaca que nunca é demais recordar as palavras do ministro Barroso em seu discurso de posse no Tribunal Superior Eleitoral (TSE): "Atrair mulheres idealistas e competentes para a política é uma importante demanda do país. Mulheres são metade da população. E negras, pardas ou de origem indígena são metade das mulheres. Precisamos aumentar a diversidade na vida pública brasileira. Somos um país multiétnico, multirracial, multicultural. Precisamos ter a consciência de que isso é um ativo, uma virtude, um privilégio que a história nos deu".

De acordo com a juíza da 174ª Zona Eleitoral de Curitiba (PR) e presidente da Comissão Mulheres na Política, Adriana de Lourdes Simette, "a ideia é passar informações relevantes sobre o processo eleitoral e pré-eleitoral, fazendo com que, quando chegar a eleição, as mulheres e as pessoas engajadas na política, independente do matiz ideológico-partidário, possam estar mais preparadas para concorrerem nos pleitos que se seguem".

Entre os temas discutidos ao longo do curso, estão: aspectos legais da participação feminina; partidos políticos; orçamento e financiamento de campanha; prestação de contas; comunicação; segurança da urna e auditoria do voto eletrônico; registro de candidatura; democracia; diversidade; redes sociais e linguagem cidadã.

Esta é a segunda edição do ciclo de palestras, que ocorreu pela primeira vez em outubro de 2019. A iniciativa compõe os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Agenda 2030 do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU). Em especial, atende às metas estabelecidas pelo Objetivo 5, que visa alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas. Também atende a Meta 9 do Poder Judiciário, que estimula ações de prevenção ou desjudicialização de litígios voltadas aos ODS da Agenda 2030.

Programação

Política e participação feminina: aspectos legais e a visão de quem julga
Yna Barbosa Honda e Sousa – chefe de cartório da 50ª Zona Eleitoral de Araucária
Data: 5/10, das 19h às 21h

Partidos políticos
Jaime Barreiros Neto – servidor da Justiça Eleitoral da Bahia
Datas: 5/10, das 21h15 às 22h15, e 7/10, das 19h às 20h

Orçamento e financiamento de campanha
Denise Schlickmann – secretária de Controle Interno e Auditoria da Justiça Eleitoral de Santa Catarina
Data: 7/10, das 20h15 às 21h30

A comunicação política nas redes sociais: tudo migrou para a internet?
Rubiane Kreuz – coordenadora de Comunicação Social da Justiça Eleitoral do Paraná
Data: 7/10, das 21h30 às 22h15

Prestação de contas
Paulo Sergio Esteves – coordenador de Contas Eleitorais e Partidárias da Justiça Eleitoral do Paraná
Data: 14/10, das 19h às 20h

Segurança da urna e auditoria do voto eletrônico
Roney Cesar de Oliveira – chefe da Seção de Gestão de Urnas da Justiça Eleitoral do Paraná
Datas: 14/10, das 20h15 às 21h30, e 28/10, das 20h45 às 22h15

Linguagem Cidadã: como se comunicar de forma simples e inclusiva
Melissa Diniz Medroni – chefe da Seção de Produção Jornalística da Justiça Eleitoral do Paraná
Data: 14/10, das 21h30 às 22h15

Eleições, propaganda e mídias sociais
Ana Carolina de Camargo Clève – professora de Direito Constitucional e Eleitoral do Centro Universitário Autônomo do Brasil (UniBrasil) e presidente do Instituto Paranaense de Direito Eleitoral (IPRADE)
Datas: 19/10, das 19h às 20h30, e 26/10, das19h às 20h30

Oratória e assertividade nas campanhas eleitorais
Sirley Maciel – professora de oratória e presidente do Instituto de Treinamento, Pesquisa e Desenvolvimento do Ser (INTREPEDS)
Datas: 19/10, das 20h45 às 22h15, e 26/10, das 20h45 às 22h15

Comunicação política e campanhas femininas
Luciana Panke – pesquisadora e professora no Departamento de Comunicação, na Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Data: 21/10, das 19h às 20h30 e das 20h45 às 22h15

Registro de candidatura
Danielle Morgado Maemura – secretária judiciária da Justiça Eleitoral do Paraná
Data: 23/10, das 8h30 às 10h30

Diversidade na política
Polianna Santos – assessora da vice-presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e fundadora do projeto Visibilidade Feminina
Data: 23/10, das 10h45 às 12h15

Reforma política, participação feminina e democracia
Ana Claudia Santano – professora pesquisadora do programa de pós-graduação em Direito no Centro Universitário Autônomo do Brasil (Unibrasil)
Data: 28/10, das 19h às 20h30

Serviço

Curso "Mulheres na Política: Construindo Candidaturas 2022"
Quando: de 5 a 28 de outubro
Inscrições: de 20 a 30 de setembro
Transmissão: via plataforma Zoom. O link de acesso será enviado por e-mail para as pessoas inscritas

Fonte: TRE-PR

Fonte: CNJ

Comunicar erro