Pessoas presas no Amapá terão acesso a cursos de capacitação do Senac

Por Redação em 27/09/2021 às 21:40:25

Na quinta-feira (23/9), o Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Amapá (Fecomércio/AP) assinaram Termo de Cooperação para a inserção de pessoas presas e familiares em cursos de capacitação ofertados pelo Serviço Nacional do Comércio (Senac) no estado. Os cursos serão ofertados para as pessoas que são assistidas socialmente pelo Judiciário, mediante processos seletivos ou outra forma de comunicação a serem publicadas pelo Senac.

Para o presidente do TJAP, desembargador Rommel Araújo, é fundamental a soma de esforços para garantir a inclusão social. "É necessário este olhar que estamos construindo, junto com as demais instituições, pois dando condições de vida e trabalho que poderemos reduzir os riscos da vulnerabilidade social e assim almejar um estado melhor para todos."

Segundo o presidente do Fecomércio/AP, Eliezir Viterbino, além do caráter ressocializador, a cooperação tem o objetivo de suprir a carência de mão de obra qualificada. "Hoje temos postos de trabalho que estão vagos pela falta de capacitação, e reconhecendo o olhar social do TJAP e com a missão da Fecomércio, iremos preparar o cidadão para que possam ocupar estes postos no mercado de trabalho devidamente qualificados."


Fonte: CNJ

Comunicar erro