Justiça eleitoral promove debate sobre fim da violência de gênero na política

Por Redação em 15/10/2021 às 15:09:36

"Mais mulheres na pol√≠tica, sem viol√™ncia de g√™nero. Elas podem, o Brasil precisa". Com essa premissa, considerada uma das pautas mais urgentes, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) realiza nesta segunda-feira (18/10), a partir das 10h30, um semin√°rio virtual com especialistas, parlamentares e autoridades do Brasil e da América Latina para uma reflex√£o ampla e plural sobre as pr√°ticas abusivas que a mulheres ainda enfrentam nos dias atuais.

Durante o encontro, ser√£o apontados os diferentes tipos de comportamentos relacionados à discrimina√ß√£o pol√≠tica de g√™nero, permitindo a discuss√£o de mecanismos de prote√ß√£o às mulheres. O debate também vai abordar a necessidade de aten√ß√£o à situa√ß√£o das mulheres negras, ind√≠genas, LGBTQIA+ e com defici√™ncia, que sofrem duplamente por fazerem parte de um grupo mais vulner√°vel socialmente.

O evento ser√° transmitido ao vivo pelo canal do TSE no YouTube, com tradu√ß√£o simult√Ęnea em L√≠ngua Brasileira de Sinais (Libras). Além do presidente do TSE, ministro Lu√≠s Roberto Barroso, estar√£o presentes a secret√°ria-geral da Presid√™ncia do Tribunal, Aline Osorio; o ministro Carlos Horbach; a executiva e fundadora do Black Money, Nina Silva; a filósofa e escritora Djamila Ribeiro; Anastasia Divinskaya, da ONU Mulheres; a senadora Simone Tebet, coordenadora da bancada feminina na Casa; a deputada Celina Le√£o, coordenadora da Secretaria da Mulher na C√Ęmara; a cacica O-é Kaiapó; e a presidente da Associa√ß√£o dos Magistrados Brasileiros (AMB), Renata Gil.



Fonte: CNJ

Comunicar erro