e-Revista CNJ: abertas as inscrições para trabalhos inéditos na área da Justiça

Por Redação em 25/01/2022 às 22:25:19

Veiculada semestralmente, a Revista Eletrônica CNJ foi criada para disseminar trabalhos acadêmicos que tenham por objeto o Poder Judiciário e a prestação dos serviços de justiça no Brasil. Os artigos para a próxima edição devem abordar um dos seguintes eixos temáticos: Direitos humanos e do meio ambiente; Garantia da segurança jurídica; Combate à corrupção e ao crime organizado; Incentivo ao acesso à Justiça digital; e a Uniformização e melhor capacitação dos(as) magistrados(as) e servidores(as).

A coordenação da Revista Eletrônica fica a cargo da Secretaria Especial de Programas, Pesquisas e Gestão Estratégica do CNJ e a organização dos artigos é de responsabilidade do Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ). Todos os textos enviados são apreciados tecnicamente por pareceristas anônimos, com doutorado na área e indicados pelo Conselho Editorial da e-Revista do CNJ.

Os trabalhos encaminhados para publicação na Revista CNJ deverão ser inéditos e sua publicação não pode estar pendente em outros veículos impressos ou eletrônicos. Após a publicação na Revista CNJ, os trabalhos podem ser publicados em outros espaços, desde que citada a fonte original. A publicação na Revista do CNJ não rende para seus autores qualquer remuneração.

Forma e conteúdo

Após a verificação do atendimento das normas de publicação, incluindo a adequação às diretrizes da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), e da verificação de adequação à linha editorial da Revista CNJ, o artigo terá suprimidos os elementos que permitam a identificação de seu autor e será remetido à análise de um parecerista anônimo, indicado pelo coordenador do Conselho Editorial, para avaliação qualitativa de sua forma e conteúdo. Caso o parecer seja negativo, o trabalho será enviado para um segundo parecerista anônimo, seguindo o sistema do double blind peer review.

A coordenação da Revista CNJ ficará à disposição dos autores por meio do correio eletrônico [email protected] sempre que pretenderem obter informações sobre o andamento do processo de análise editorial dos trabalhos encaminhados.

Os artigos que não forem avaliados a tempo para publicação na próxima edição da Revista Eletrônica do CNJ podem permanecer no banco de artigos da Revista para, se for do interesse dos autores e caso sejam aprovados, serem publicados na 7ª edição (jul./dez. 2022).

Edições anteriores

O primeiro volume da revista, lançado em 2015, reuniu análises sobre os principais temas relacionados à atuação do CNJ. O segundo volume, lançado em 2017/2018, reuniu conteúdos produzidos por profissionais do CNJ sobre diversos temas, como a Interoperabilidade e a Violência Institucional no Sistema Prisional; os desafios do Sistema de Julgamento Concentrado de Demandas Repetitivas e as Condenações e Absolvições do Tribunal do Júri. A terceira edição da Revista CNJ abordou a temática da Eficiência, Transparência e Responsabilidade no Poder Judiciário. Em 2020, foi lançada a Edição comemorativa dos 15 anos de instalação do Conselho Nacional de Justiça.

Acesse as edições edições anteriores da e-Revista CNJ

 

Regina Bandeira
Agência CNJ de Notícias

Fonte: CNJ

Comunicar erro