Decisão confirma fraude de executado que doou quase R$ 2 milhões à esposa

Por Redação em 20/11/2023 às 11:20:00
Os magistrados da 3ÂȘ Turma do TRT da 2ÂȘ Região reconheceram fraude à execução e determinaram o arresto de dinheiro em nome da esposa de um executado em ação trabalhista. Conforme comprovado nos autos, o homem doava valores vultosos à companheira com o objetivo de ocultar patrimônio e escapar da dĂ­vida.

Em 2019, a cônjuge recebeu duas doações do marido, uma no valor de R$ 1 milhão e outra de R$ 833 mil. Em pesquisa patrimonial, verificou-se que o homem possuĂ­a um jet ski, mas nenhum veĂ­culo nem imóvel em seu nome.

A decisão da Turma se deu em atendimento a agravo de petição interposto pela empregada, no qual ela argumenta que a mulher do sócio se beneficiou da sociedade e de seu trabalho. A relatora do acórdão, desembargadora Rosana de Almeida Buono, entende haver burla à execução com base no artigo 792 do Código de Processo Civil, aplicĂĄvel ao processo trabalhista. O artigo 3Âș, XIII, da Instrução Normativa nÂș 39 do Tribunal Superior do Trabalho reconhece a aplicabilidade.

"As doações do executado para sua esposa ocorreram em fraude à execução, uma vez que jĂĄ corria contra ele demanda capaz de reduzi-lo à insolvĂȘncia", afirma a magistrada . Para a julgadora, o caso em estudo demonstra tentativa de esvaziamento patrimonial do executado com o objetivo de frustrar a satisfação do débito trabalhista.

Fonte: TRT 2ÂȘ Região

Comunicar erro
ALMT- Fiscalizar